Otimizando a velocidade das Queries no Ruby On Rails

Quando se está lidando com um alto volume de dados, com milhares, e até milhões de rows, algumas metodologias comuns que utilizamos no Rails começam a se tornar obsoletas e/ou menos efetivas.

O Active Record é uma classe ORM (Object Relational Mapping) que mapeia objetos em tabelas do banco de dados. Ele monta as queries e realiza essa comunicação com o banco de dados, facilitando a vida dos desenvolvedores de plantão hahahaha 😀

Usar o Active Records é extremamente vantajoso, tanto em questão de performance quanto em simplicidade para bancos de pequeno/médio porte, mas quando se trata de bancos de grande porte, algumas outras abordagens acabam trazendo mais performance às respostas e é sobre isso que falaremos aqui no OneBitCode \o/


Nesse artigo, vamos aprender a otimizar nossas queries lidando com um alto volume de rows no BD!

Então, sem mais enrolação, bora lá!

 

Dependências:

  • Ruby
  • Rails



Passo a passo

 

Criando o Projeto de exemplo

 

1 – Gere um projeto com o seguinte comando:

2 – Entre no projeto criado:

3 – Gere o model/controller/view com o seguinte código:

 



Inserindo e visualizando os dados

 

1 – Substitua seu model/person.rb por:

2 – Substitua seu db/seeds.rb pelo seguinte código:

3 – Rode o seeds com o seguinte código:

4 – Entre no terminal com o seguinte comando:

5 – Executando o comando Person.last deverá trazer um objeto como na imagem a seguir:

6 – Agora modifique seu config/routes.rb e deixe-o da seguinte forma:

7 – Execute o projeto com o comando rails s. Abrindo o endereço localhost:3000 no navegador, deve ser exibida uma página como essa:

Limitando os dados exibidos

 

1 –  Substitua o código da view people/index.html.erb pelo seguinte:

2 – Modificamos a view para retirar do banco somente o que vamos usar na view, otimizando o mesmo.

Situação típica de uma empresa com muitos atributos associados ao model, mas você se encontra em uma situação que só precisa de alguns desses atributos.

Ao recarregar a página do navegador, ela deverá aparecer da seguinte forma:

 

 

Medindo a velocidade da query e otimizando

 

1 –  Em seu controller controllers/people_controller.rb substitua o método index pelo seguinte código:

2 –  Na busca acima, estamos usando a query no modelo do Active Record. Atualizando a página na view, e clicando em “Procurar”, devemos filtrar as idades com a seguinte performance:


3 –  No exemplo acima, filtramos as idades de 10 a 100. Podemos observar que a view levou 2115.1ms para ser carregada, e o ActiveRecord, 74.5ms.

4 – Agora vamos dar um pouco mais de performance à nossa query!

5 –  Substitua o código do método index do seu people_controller pelo código abaixo:

Usamos o método find_by_sql para executar o SQL diretamente (sem o active records fazendo isso para nós).

6 –  Fazendo uma nova busca com os mesmos parâmetros buscados pela primeira vez, nós conseguimos o seguinte resultado:

7 – Só nesse pequeno projeto conseguimos reduzir de 74.5ms de carregamento do ActiveRecord, para 25.4ms de carregamento. Um carregamento 3 vezes mais rápido \o/.


Conclusão


Obtivemos esse resultado em um mini projeto, usando poucos atributos e um número de rows limitados. Imagine em empresas realmente grandes, com centenas de milhares de records no banco de dadosUma otimização dessas pouparia preciosos segundos, e até minutos de diferença no carregamento!!

Uma observação é que ao lidar com BDs com uma grande quantidade de dados, o mais indicado é o uso de queries SQL ao máximo, evitando a automatização de buscas e o aparecimento de lazy queries (Percorrer uma query a mais, desnecessária na busca, aumentando o tempo de carregamento por uma má formação da query SQL no banco de dados) causado pelo Active Record.

Obrigado por estar com a gente o/

 


Primeira vez no OneBitCode? Curtiu esse conteúdo?
O OneBitCode tem muito mais para você!


O OneBitCode traz conteúdos de qualidade, e em português, sobre programação com foco em Ruby on Rails e também JavaScript.
Além disso, aqui sempre levamos à você conteúdos valiosos sobre a carreira de programação, dicas sobre currículos, portfólios, perfil profissional, soft skills, enfim, tudo o que você precisa saber para continuar evoluindo como Programador(a)!

Fique por dentro de todos os conteúdos o/

 

Nossas redes sociais:

📹 • https://youtube.com/Onebitcode [Live todas as terças-feiras às 19h)
💻 • https://linkedin.com/company/onebitcode
🙂 • https://facebook.com/onebitcode
 📱  • https://instagram.com/one_bit_code
🐦 • https://twitter.com/onebitcode

 

Nossos cursos:

🥇 • Programador Full Stack Javascript em 8 Semanas
💎 • Curso Completo de Ruby
 ⚙  • Minicurso: API Rails 5 Completo
🐞 • Minicurso de Testes para Ruby on Rails com RSpec

 

Espero que curta nossos conteúdos e sempre que precisar de ajuda, fala com a gente!
E
stamos aqui para você 🙂

Bem-vindo à família OneBitCode o/

5 2 votes
Article Rating
agosto 31, 2020
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
fabio
3 meses atrás

jbuilder tb é bomzão

Ronan
Ronan
2 meses atrás

Usar SQL puro não seria o mais prático, por qual motivo você não utilizou o .select(:name, :age) que já iria modificar o select pra trazer somente os campos utilizados, com os filtros .where?

Feito com s2 por OneBitCode
2
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
%d blogueiros gostam disto: