Programador Nômade Digital: As 3 principais dúvidas

 

 

E aiiii programador(a), tudo bem? Imagina o seguinte cenário: você acorda de manhã, abre a janela, vê uma paisagem agradável e se lembra que está em um país totalmente diferente.

Então você toma seu café da manhã tranquilamente e depois sai para explorar aquela cidade, que pode ser Pula na Croácia, Poznań na Polônia, Punta del Este no Uruguai ou qualquer outra que te agrade.

Após a exploração você volta para o hostel, hotel ou apartamento alugado, abre seu notebook e começa a codar um projeto para uma empresa que possivelmente está do outro lado do mundo.

Depois de algum tempo trabalhando você vai almoçar naquele restaurante local que fica ao lado do lugar que está se hospedando e após isto volta para trabalhar mais um pouco.

Após concluir suas tarefas e entregar códigos preciosos você tem o final da tarde e a noite para aproveitar um pouco mais de todo aquele lugar, podendo ir a um encontro de estrangeiros para praticar o inglês, a um barzinho para ouvir uma boa música, ou simplesmente tomar um gelatto ao lado da fonte de Trevi.

Tudo isso parece um sonho?
Parece caro demais?

Quem vive esse estilo de vida se chama Nômade Digital e felizmente tudo isso que eu narrei eu já vivi, inclusive já passei por todas essas cidades e muito mais, e se eu consegui, eu tenho certeza que você consegue também 🙂

Viver em uma capital no Brasil como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro não é muito mais barato do que viver em apartamentos alugados pelo Airbnb em qualquer lugar do mundo como eu faço.

Inclusive, usando o couchsurfing você consegue hospedagens grátis em quase qualquer cidade, então você pode adaptar esse estilo de vida ao seu orçamento atual.

Recentemente eu fiz a seguinte pergunta no Instagram do OneBitCode: “O que te impede de viver uma vida de programador Nômade Digital?”

Recebemos muitas respostas, então eu decidi separar as 3 respostas mais frequentes para responder com mais detalhes para vocês neste vídeo, vamos lá:

A primeira resposta que eu recebi foi muito interessante porque me fez lembrar de alguns pensamentos que tive antes de vender tudo que tinha no apartamento e seguir rumo ao Uruguai de carro, a resposta foi sobre Preconceito Familiar ou seja, o que vão pensar de mim se eu fizer isso?

Dificilmente você vai conseguir agradar as pessoas e ao mesmo tempo realizar seus desejos, naturalmente pelo fato do seus familiares te amarem eles vão querer um caminho seguro e fácil para você e isso geralmente leva a uma vida frustrada e com poucas realizações.

Uma observação: a minha mãe ainda fala para eu não ir viajar mesmo eu morando fora desde os 17 anos rsrs

Para aliviar isso você pode mostrar os seus resultados, ou seja, mostrar que está trabalhando de forma remota, que está recebendo um valor suficiente para suas despesas e que tem uma reserva para caso tudo dê errado, assim eles vão entender um pouco mais sobre tudo isso e ficarão mais tranquilos.

No final sempre vai ser meio doloroso ir, mas assim que você virar a esquina tudo ficará bem 🙂

Curiosamente a segunda resposta mais frequente foi “Por causa do trampo da minha esposa”, quando você é casado você está jogando como um time e não pode pensar mais apenas no que você quer, porém se a sua esposa ou namorada, marido ou namorado também quiser ser nômade, tudo pode ser resolvido.

Por exemplo, dentre uma das respostas referentes a isso, o programador citou que a esposa dele trabalhava como advogada e que por causa disso não seria possível viajar e trabalhar.

Porém grande parte das profissões podem ser adaptadas para o mundo online. Uma advogada ou psicóloga poderia dar consultoria ou atendimento online, uma professora poderia dar aulas via hangouts e etc

No meu caso, eu e a Flávia que é minha esposa, sempre viajamos juntos e trabalhamos juntos, e eu posso garantir que em grupo as coisas ficam muito mais fáceis.

Então venda bem a ideia para seu parceiro ou parceira que tudo vai dar certo.

A resposta mais frequente que recebemos foi: O que me impede de viver como programador nômade digital é o “Dinheiro“, e eu tenho algumas coisas para falar sobre isso.

Primeiro, a vida de nômade digital é bem flexível, você pode pagar 2 mil reais por mês para alugar um apartamento no Airbnb, o que inclusive é mais barato do que um apartamento pequeno em São Paulo, você pode pagar R$50 reais por dia em um Hostel ou você pode até mesmo não pagar nada usando o Couchsurfing para se hospedar na casa das pessoas.

Inclusive eu usei bastante o couchsurfing quando comecei a viajar e posso te garantir que eu conheci através dele pessoas e histórias que me lembro com carinho até hoje.

Então os custos dependem mais da sua flexibilidade e estilo de vida do que efetivamente de estar viajando ou vivendo em uma casa fixa.

Mas claro, é necessário ganhar dinheiro, então você pode fazer trabalhos freelance que são mais pontuais e duram pouco ou buscar uma vaga remota fixa, eu já trabalhei das duas formas, freelance dá mais dinheiro mas é mais inseguro e o job remoto fixo dá um pouco menos de dinheiro mas um pouco mais de tranquilidade.

Você pode se perguntar, como conseguir esses Jobs? Bom, eu vou deixar aqui em baixo o link para dois artigos que eu falo sobre isso, mas o mais importante é você desenvolver suas habilidades e portfólio.

Encontre o seu Job Lendário de Programação
Bem vindo ao mundo do programador Freelancer / Remoto


Aqui no OneBitCode e na Escola de Javascript, que é o nosso outro blog, você tem muitos conteúdos para se aperfeiçoar como programador ou programadora, então é levantar as mangas e sair codando.

Uma última dica: para você viajar tranquilo, calcule seus gastos mensais e faça uma reserva, por exemplo, se você pretende gastar R$4.000/mês, tenha no banco pelo menos 3x esse valor, isso vai garantir que se tudo der errado, você tem 3 meses de custos pagos.

O mundo é realmente muito grande e interessante, como nômade digital você pode ficar uma temporada em um chalé em Gramado, descansar em uma praia de Floripa ou dar um rolê em Berlim.

A profissão de programador é perfeita para quem quer viver esse estilo de vida, então aproveite seu super poder de comitar de qualquer lugar do mundo e viva a vida que você sempre quis. 🙂


Não se esqueça de nos acompanhar pelo Instagram clicando aqui.

Se esse texto fez sentido para você, compartilhe ele com outra pessoa que também possa querer se tornar Nômade e deixa um comentário para eu saber que você gostou.

Obrigado por estar com a gente Programador(a), eu vejo você no próximo vídeo!






 


Você é novo por aqui?

Primeira vez no OneBitCode? Curtiu esse conteúdo? O OneBitCode tem muito mais para você!

O OneBitCode traz conteúdos de qualidade e em português sobre programação com foco em Ruby on Rails e outras tecnologias como Angular, Ionic, React, desenvolvimento de Chatbots e etc.

Se você deseja aprender mais, de uma forma natural e dentro de uma comunidade ativa, visite nosso Facebook e nosso Twitter, veja os screencasts e talks no Youtube, alguns acontecimentos no Instagram, ouça os Podcasts e faça parte de nossa Newsletter.

Além disso, também estamos com alguns e-Books muito interessantes para quem deseja se aprimorar como programador e também como freelancer (os e-Books são gratuitos!):

Espero que curta nossos conteúdos e sempre que precisar de ajuda com os tutoriais, fala com a gente! Seja por Facebook ou e-mail, estamos aqui para você 🙂

Bem-vindo à família OneBitCode \o/

outubro 4, 2019

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Feito com s2 por OneBitCode
%d blogueiros gostam disto: